Gostam do blog!

quarta-feira, 25 de junho de 2008

Mundo Proibido


Escrevam nos comentários a coisa mais mestiriosa que souberem!
Famos bater um recorde comentários do blomeu.

2 comentários:

Bernardo Moura disse...

Um história misteriosa? OK!
Deveriam ser cinco da tarde quando Baldaque saiu do trabalho.
Ele trabalhava numa olaria e era considerado um excelente oleiro. Fazia peças de todos os generos, pequenas estatuas, copos, pratos e outras peças que tais.
Ia caminhando para casa, quando reparou que uma das tampas de saneamento da rua estava destapada e sem qualquer sinalização. Estranhou e dirigiu-se para lá. Espreitou e não sentiu qualquer movimento lá dentro. Gritou: "está ai alguém?", mas ninguém respondeu. De subito, deu conta que a tampa estava pousada no interior. Estranhou como tal aconteceu. Mas pensou: "vou lá buscá-la para tapar o buraco, senão ainda se dá um acidente." e desceu.
Eram dez da noite e a mulher de Baldaque começou a ficar extremamente preocupada porque ele ainda não tinha chegado. Telefonou para o patrão do marido e este respondeu-lhe que ele já tinha saido às cinco horas. Ficou aflita e resolveu procura-lo com umas vizinhas.
Procuraram horas a fio. Dias a fio. Meses. Baldaque nunca mais apareceu.
A esposa de Baldaque, já conformada com o seu desaparecimento resolveu seguir a sua vida e a muito custo voltou a trabalhar.
Certo dia, surgiram uns problemas no saneamento da rua. As águas transbordavam pela tampa do dito buraco que Baldaque tinha visto destapado. Uma equipa de funcionários da Camara Municipal foi tratar do assunto.
Chegados ao local abrem a tampa e qual não é o espanto ao verem que o que não permitia que as águas descessem era o rosto de Baldaque feito em barro.

Bernardo Moura

(inventado agorinha)

xico man disse...

Muitos Parabéns Bernardo já reparaste que escreves muito bem então repara em ti própio.
Abraço.